Seminário lembra Dia Nacional de Denúncia contra o Racismo

0
0
0
s2sdefault

Nesta quinta-feira (13), um evento especial promovido pela Procuradoria Geral do Município do Salvador (PGMS), junto com a Secretaria Municipal da Reparação (Semur) e em parceria com a Fundação Visconde de Cairu, vai discutir questões alusivas ao racismo institucional. O encontro é voltado para servidores da Prefeitura e pessoas em geral interessadas no tema.

 

O seminário acontecerá a partir das 9h através do aplicativo Google Meet, e terá como convidado o doutor em Direito Processual pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), Irapuã Santana. O advogado é também advogado voluntário da Educafro, consultor jurídico do Livres, colunista do jornal O Globo e procurador do município de Mauá, em São Paulo.

 

O encontro tem como objetivo promover a reflexão crítica sobre o racismo e sobre o Dia Nacional de Denúncia contra o Racismo, além de fortalecer as instituições parceiras no combate ao racismo institucional. A coordenadora do PCRI na Semur, Oilda Ferreira afirma que, embora o dia 13 de maio seja também o dia da assinatura da Lei Áurea, ocorrida em 1888, e tenha marcado oficialmente a passagem de negros e negras da condição de escravizados a libertos, isto não garantiu a efetividade de direitos à população negra. Por isso, são abordadas de forma recorrente nas qualificações do PCRI, as desigualdades étnico-raciais que persistem nos diversos campos.

 

“O movimento negro e instâncias responsáveis por articular políticas públicas de promoção da igualdade racial não comemoram o dia 13 de maio, e sim o dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra”, afirmou Oilda. Serão certificados os servidores municipais e os estudantes do ensino superior pela participação, cuja inscrição será realizada através do site www.cairu.br 

 

 Fonte: SECOM

0
0
0
s2sdefault