Acontece Inscrição para Oficina: "TRANSprojetos Culturais - Da ideia à viabilização"

Esta oficina é parte do ciclo de eventos De Transs Pra Frente, iniciativa coletiva de pessoas trans e travestis junto a pessoas cis aliadas, com destaque à fotógrafa Andréa Magnoni, à jornalista Milena Fahel, o subgerente de Espaços Culturais Chicco Assis e à gestora do Teatro Gregório de Mattos Manuela Sena.

"Ação TRANS Formativa", como o próprio nome já diz, são cursos e oficinas doadas por pessoas ou instituições com intenção de gerar conhecimento e formação técnica profissionalizante para pessoas trans e travestis. Todos nós sabemos que essa população é preterida no mercado de trabalho formal, e como muitas não tem apoio familiar, a capacitação profissional se faz necessária para lhes proporcionar geração de renda, autoestima e independência financeira.

Oficina de TRANSprojetos Culturais – da ideia à vi[a/si]bilização

Com esta oficina, pretende-se dar início a um Laboratório de TRANScriações Culturais – configurado em um espaço aberto ao compartilhamento e TRANSversalização de experimentações e ferramentas que possibilitem que ideias e ideais relacionados ao pleno protagonismo e visibilidade TRANS se TRANSforme em projetos culturais viabilizáveis. Voltado essencialmente para pessoas TRANS e cis-aliadas, será abordado de maneira dinâmica as definições e os elementos de um projeto cultural. 

Sobre o facilitador: 

CHICCO ASSIS – Um Ser Cultural: Gestor, Produtor, Artista e Pesquisador

Atuante no campo da Cultura desde 2000, Chicco Assis é membro do Comitê Municipal LGBT e, em seus trabalhos, tem buscado contemplar tanto questões relacionadas a gênero e combate a LGBTfobia, quanto étnico-raciais. Desde 2015 está na Subgerência de Espaços Culturais da Fundação Gregório de Mattos, tendo sob sua responsabilidade o Espaço Cultural da Barroquinha e o Teatro Gregório de Mattos. Em 2014, assumiu a Diretoria de Espaços Culturais da Secretaria de Cultura do Estado, com a incumbência de cuidar da gestão de 17 espaços espalhados pela Bahia e da implementação de 2 novos equipamentos. Como produtor artístico, já trabalhou com artistas e grupos como AFRICANTAR, Ana Paula Albuquerque, Claudia Cunha, Manuela Rodrigues e Mariene de Castro. na cena musical, idealizou e integrou o grupo AFRICANTAR, tendo subido ao palco ao lado de artistas como Mateus Aleluia, Antônio Carlos e Jocafi, Fabiana Aleluia, Ana Mametto, dentre outros. Na esfera acadêmica, está realizando Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade do IHAC/UFBA, com pesquisa sobre a memória do Afoxé Badauê; tem Especialização em Gestão e Políticas Culturais pela Universidade de Girona (ESP) e Instituto Itaú Cultural (SP) e Graduação em Comunicação Social com ênfase em Publicidade Propaganda pela UCSal.

 

Caso uma das vagas seja sua, você receberá um e-mail de confirmação até o dia 10/07/2016. Foram oferecidas 10 vagas, que serão preenchidas preferencialmente por pessoas trans e para essa população a oficina é gratuita, para as vagas remanescentes serão selecionadas pessoas cisgêneras que tenham feito a inscrição e nesse caso, é sugerida uma doação de R$50,00, que será destinada para o coletivo preparar outras ações como essa. 

Esta é uma oficina realizada a partir de um coletivo de pessoas trans e travestis com pessoas cis aliadas, e acreditamos na importância de fortalecer as comunidades e alianças para resistir às violências do sistema. Inscrições http://migre.me/udVvE 

 

Data: 12, 26/07 e 02/08 de 2016.

Horário: das 16h às 19h30.

Local: Teatro Gregório de Mattos, praça Castro Alves - Salvador, BA

Fonte: https://www.facebook.com/detranssprafrente/