Secretaria da Reparação lamenta o falecimento da militante e transformista Marina Garlen

É com pesar que a Secretaria lamenta o falecimento da militante do movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) Marina Garlen, no último domingo, em São Paulo.  Segundo o site Dois Terços, Marina estava na capital paulista para as atividades do ‘Mês da Visibilidade Trans' e passou mal na madrugada.

Marina Garlen, que era baiana e artista performática, participou em 2015 da Conferência Municipal LGBT no eixo Turismo e Cultura e ocupava a cadeira de conselheira de Cultura LGBT do Ministério da Cultura.  Ainda não há informações a respeito do sepultamento.